quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Se fosse uma cobra...

Você conhece aquele ditado que diz "se fosse uma cobra teria me picado"? Pois é, não funcionou comigo.

Mais uma noite sem luz na Vila. Devido às dificuldades financeiras pelas quais a Organização está passando, às vezes não há recursos para comprar combustível para o gerador. Nada que me impeça de usar minha cozinha e preparar um jantar à penunbra ou esquentar minha água para o banho. O último domingo 8 foi mais uma uma noite dessas mas com uma diferença: havia uma intrusa acompanhando meus passos na escuridão.

Coloquei minha água para esquentar e, como de costume, puxei minha cadeira para pensar na vida enquanto aguardava. Estava escuro e aconchegante olhar para o fogo enquentando a chaleira. Mas eu tinha uma lanterna nas mãos, mas temia ligá-la para economizar energia e usá-la dentro do meu quarto.

De repente, decidi ligar a lanterna afinal luz existe para ser usada e cinco minutos a mais nao faria diferença. Não apenas liguei a lanterna como não me lembro por que razão decidi levantar da cadeira e, não satisfeita, girar meu corpo com a lanterna. Foi quando avistei um bolo preto no canto da parede. "TIMBA!!!!", cobra em luganda eu gritei.Logo os meninos e um dos coordenadores vieram ao meu socorro e, rapidamente, mataram o bixo. Antes, porém, é claro que eu não poderia deixar de correr para meu quarto e pegar a câmera para deixar tudo registrado!

Para voces terem uma ideia da distância em que ela estava dos meus pés, tirei também uma foto da cadeira na posição em que eu estava sentada.

5 comentários:

  1. Elaine, emocionante a tua trajetória, a tua fé e a tua coragem.
    Que Deus te abençoe!
    Estou passando teu "endereço" para pessoas da minha família, quero que se inspirem no teu bonito exemplo.
    Cristo há de estar se sentindo honrado com o teu trabalho.
    Nos encontramos no céu.
    Até lá, que possamos continuar fazendo nossa parte.
    Abraços,
    Dilse.
    Porto alegre, 28 de fevereiro, 2010.

    ResponderExcluir
  2. Oi Dilse!

    Que alegria imensa ler suas palavras! É muito bom servir a um Deus que está realmente vivo e se comunica conosco por meio das mais diversas situações. E certamente Ele quer levemos o evangelho a todas as nações, até os confins da Terra, seja pessoalmente, seja por meio da internet.

    Após o fim da viagem hoje mantenho apenas um BLOG, este destinado à leitura completa da Bíblia e evangelismo, que aproveito para convidá-la a visitar e também divulgar entre seus queridos: http://compartilhandoaverdade.blogspot.com/

    Um grande abraço e que Deus te abençoe!!!

    Elaine

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo blog.
    Gostei muito desta "aventura no escuro" com a cobra.

    Um abraço. Fique na paz do Senhor.
    www.twitter.com/antoniogledson

    ResponderExcluir
  4. Aquele cantinho atrás da cadeira é o mesmo onde a cobra está? Pela segunda foto, ele parece mais um rodapé, e sendo assim, a cobra na verdade está mais para minhoca, ou piolho de cobra.

    Mas enfim, matar a bichinha... não sei as circunstâncias da localidade, mas talvez houvesse uma alternativa melhor (ou não).

    Enfim... louvável seu desprendimento de viajar em pró de uma causa maior, mas discordo de alguns conceitos e preceitos seus... enfim, ninguém é perfeito, pq eu seria.

    um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Delia Regina / BH - Titia da Kinha27 de maio de 2010 17:54

    O apóstolo Paulo disse: sede meus imitadores, como eu sou de Cristo. Um dia ele recebeu uma taça c/uma bebida sinistra e, fazendo o sinal da cruz, eis q saiu de dentro da taça uma cobra
    Continue sendo ousada como ele foi e o mesmo Deus vivo continuará te protegendo onde quer q vc for
    Um abraço!!!

    ResponderExcluir